Eu resulto, tu resultas, ele resulta..

"Por que não a ouví há 15 anos?"

Já me falaram isso várias vezes quando termino de ministrar os cursos da Engenharia de Vendas.. Nesses momentos, tenho sempre 2 sentimentos: 1- fico feliz em poder ajudá-lo; 2- penso como teria sido melhor tê-lo ajudado anos antes..

Só que, tantos anos antes, também eu não tinha a clareza que tenho hoje em relação ao "que" e "como fazer" o que fazemos. Melhores práticas surgem da repetição da prática, da observação do como se faz, da comparação de resultados.. tudo para se chegar à máxima eficácia. Isso leva tempo, vem com a maturidade da prática e do teste contínuo do status quo contra o que pode ser feito diferente, melhor..

Além do tempo, 2 qualidades  profissionais são essenciais no caminho para as melhores práticas: saber discernir causas de consequências e separar o joio do trigo.

Quem consegue separar o que é importante (o trigo) do que não é importante (o joio) tem mais condições de priorizar o que deve ser priorizado (lógico, não é mesmo?) e de evitar o disperdício de tempo e recursos com o que pouco adiciona valor.

Quem confunde consequências com causas também corre o risco de disperdiçar tempo e recursos com o que pouco adiciona valor. Já quem consegue chegar até as reais causas das questões que o aflige (ou que afligem seus clientes reais e potenciais) faz bom uso do tempo e dos recursos que possui...

Saber "resultar" é o nosso fim.. nossa missão...

Comentários