Raciocínio lógico estruturado

Raciocínio lógico estruturado é a capacidade de entender as ligações entre causas e consequências. Se queremos chegar num ponto A, teremos que:
- enxergar os nossos pontos fracos e fortes
- prever possíveis ameaças e oportunidades que surgirão no caminho
- admitir que vários outros também vão querer chegar no mesmo ponto A ao mesmo tempo que nós
- perceber que dependeremos de outros (pessoas e ferramentas) para chegar até lá
- escolher de quem e do que dependeremos - e a quem ajudaremos
- selecionar a nossa rota
- selecionar as rotas B, C e D ( e os respectivos planos B, C e D)
- certificar-se que seremos notados no caminho (sim, para diminuir os nossos riscos)
- estar preparado e seguro para a caminhada
- dar o primeiro passo, o segundo, o terceiro passo... até o enésimo passo onde teremos alcançado o ponto A.

Quem tem um pensamento lógico estruturado também é capaz de ver o que é vital e o que é dispensável, o que é urgente e o que pode ficar para depois (ou nunca, se for completamente dispensável e não trouxer nenhum valor ao que se quer).

Na venda, vital é o SWOT com foco em venda, o benchmarking, as pesquisas, a definição do público-alvo e o posicionamento verticalizado (as 5 primeiras fases da EV). Tudo o mais (definição de canais de venda, marketing e comunicação, prospecção, contato e compartilhamento, se ficarmos na EV) é consequência de quão perfeita foi a execução dessa engenharia da venda. E é aí que a venda tradicional se perde, já que o foco da execução é concentrado na prospecção e no contato com o cliente, sem o esmero, o cuidado e a "inteligência" da "engenharia" da venda (a base, a construção, o mapa, as rotas..).

Na California, aprendí que devemos ter sempre uma lanterna e um sapato fechado embaixo da cama no caso de sermos acordados com terremotos. Sabe por que? Porque é comum as pessoas cortarem os pés ao correrem pela casa em busca de abrigo quando a terra começa a tremer.. E, com os pés sangrando, fica mais penoso e difícil correr e ajudar a família (e os vizinhos) a se abrigar em lugar seguro, o que aumenta os riscos... Daí a recomendação..

A inteligência na venda é mais do que o sapato embaixo da cama. É a segurança de escolher um lugar onde não há terremotos para viver...

Comentários

  1. Aísa, o complicado é perceber a importância da causa e consequência. Te digo mais: sem levar em conta a consequencia, a maioria das ações são simples impulsos (e talvez esteja aí o motivo de porque tantas vendas potenciais nunca fecharem...)

    ResponderExcluir

Postar um comentário