Sinais do mal

Em “Eight signs of evil in high-tech companies”, Tom Wailgum faz uma excelente descrição dos “sinais do mal” entre empresas de software. A análise é em cima do mercado norte-americano, mas os sinais descritos independem do país de origem:

1- Arrogância
2- Destruição da concorrência, não importa como
3- Concorrência nos tribunais substitui a concorrência nos mercados
4- Desinteresse por parcerias com outras empresas
5- Esquecimento dos clientes – e do que é importante para eles
6- Neurose do “todos querem roubar, tirar ou copiar algo da nossa empresa”
7- Começam os segredos e os rumores - internos e externos
8- Atitude do “não temos que dar satisfação a ninguém” – inclusive ao grande público

Embora haja um diferença de tempo entre os sinais e a resposta do/pelo mercado, a existência desses sinais denuncia o começo da "custosa" e urgente necessidade da reinvenção e do reposicionamento das empresas que os apresentam - ou o começo do fim para algumas delas..

Comentários