Nervosismo

Nervosismo anda de mão dada com despreparo.

Existem casos crônicos de nervosismo pessoal causados por timidez excessiva ou desconforto no relacionamento com pessoas desconhecidas, sim. Esses vão exigir uma obervação e um trabalho terapêutico talvez mais apurado. Mas esses são minoria..

A grande maioria dos que sentem nervosismo pessoal quando estão numa situação de venda o sentem porque não se sentem preparados para apresentar e defender o que vendem. As razões são inúmeras, mas existem algumas que são padrão:
- a empresa assume que o vendedor conhece o mercado;
- a empresa assume que o vendedor conhece o cliente potencial;
- a empresa assume que o vendedor conhece a concorrência;
- a empresa treina o vendedor "no produto": o treinamento é dado pelo pessoal de tecnologia, com foco específico em características e funcionalidades;
- o vendedor assume que o treinamento técnico é suficiente para que ele prospecte e venda;
- ou, o mais difícil, o vendedor reconhece que precisa de mais preparo e planejamento para ir para o mercado mas não encontra quem o ouça na empresa...

Quanto mais tecnologicamente avançado um produto ou serviço é, maior a necessidade de preparação para a venda. Conhecimento técnico (da tecnologia, da categoria e do produto ou serviço), conhecimento do mercado, conhecimento da indústria do cliente-alvo, postura pró-ativa e educacional, além de um portfolio de produtos e serviços com diferenciais competitivos a oferecer, serão fundamentais para que o profissional de vendas não se sinta nervoso na frente do cliente. Ao contrário...

Preparado, motivado, o entusiasmo substituirá o nervosismo.

O cliente agradece.

Comentários