M.B.A.

2 anos sem final de semana, sem dormir mais de 5 horas por dia, sem comer direito, lendo papers científicos com a voz bem doce como se fossem histórias de dormir para a minha filha então bem pequena dormir.. Férias? Nem pensar.. Divertimento? Só o mínimo necessário para recarregar.. O bom era que meu marido também estava na mesma situação, então não havia cobrança da cara-metade (essa pode ser impiedosa, via isso entre os amigos..)..

Que situação era essa? Estávamos fazendo os nossos Mestrados nos Estados Unidos. Mestrados em Administração de Empresas. Estávamos sendo expostos a situações reais, trabalhando em projetos para empresas reais, aprendendo e discutindo abordagens científicas das várias áreas de gestão, negócios e países.. na mesma universidade onde estava um Michael Dell, por exemplo..

Master of Business Administration é o que significa M.B.A., um curso de Mestrado que nasceu nos Estados Unidos no início do século XX e que ganhou reconhecimento internacional pelo foco nas "ciências comerciais". A seriedade e exigência dos cursos é tão grande que, nos Estados Unidos, Europa e África do Sul, existem instituições certificadoras que têm como missão "garantir a consistência e a qualidade dos programas de M.B.A.".

Essa consistência e reconhecimento parecem não acontecer no Brasil. Aqui, qualquer curso de especialização usa o nome "MBA" (indevidamente.. lembram da sigla?). MBA de RH (de RH?... no MBA, estudamos todas as áreas da Administração (RH inclusive, mas não só) e no final do curso nos especializamos em 1 ou 2 concentrações..), MBA de Tecnologia, MBA de Gestão.. MBA virou especialização de 1, 2, 3, 6 ou 12 meses, em qualquer área "de especialização"..

A coisa é tão séria e tão disseminada por aqui que agora não cito mais o meu M.B.A. real, suado, tão rico em aprendizado prático e teórico quando perguntam sobre a minha formação. Não falo mais em M.B.A. Digo que fiz um Mestrado em Administração de Empresas. Nessa hora, estou falando a linguagem do "cliente local" e sei que vou ter a chance de mostrar o real significado desta sigla, na prática, mais para a frente.

Comentários

  1. Olha a coincidência: a edição 2054 da revista Veja, de 2/4/08, fala exatamente sobre este erro de denominação: "No Brasil, não é raro as pessoas se referirem à sigla MBA (em inglês, Master of Business Administration) como sinônimo de pós-graduação – e não como uma intensa especialização em negócios, o que de fato ela significa."
    A questão é que fornecedores de cursos usam esse termo indevidamente e o mercado desavisado passa a repetir o erro..

    ResponderExcluir

Postar um comentário