Maturidade em grupo

A maioria de nós trabalha em grupos. Alguns grupos funcionam, outros não. Por que?

Pessoas de diferentes formações, origens, ideais e objetivos são temporiamente alocadas para conviver e produzir resultados em conjunto com outras pessoas. A seleção das pessoas conta. Uma laranja amarga azeda a jarra, conturba os dias, atrasa as entregas.

O trabalho a ser realizado também conta. A empresa onde se dá o trabalho também, assim como o estilo da chefia. Mas o nível de maturidade da equipe é o que mais conta.

Grupos imaturos são regidos pelo "diga-me o que queres e deixe-me fazer o meu trabalho". As pessoas não querem entender o intento global, a missão da equipe, as alternativas de desempenhá-la.. O foco está no trabalho individual a ser feito.

Grupos maduros se identificam como parte de um time que eles têm orgulho de participar. Sabem que podem ter de compensar por outros se houver a necessidade, pedem ajuda quando necessário, trabalham horas a mais com entusiasmo, e não se importam de desempenhar várias tarefas para que o grupo atinja os seus objetivos. Eles têm conhecimento e entendem muito bem sobre o intento global, a missão da equipe, as alternativas de desempenhá-la.. O foco está no trabalho em equipe a ser feito.

E, como eles entendem os objetivos e suas respectivas competências individuais dentro da competência e intento global do grupo, eles têm o privilégio de poder articular as fronteiras das atividades individuais (para evitar a imobilidade, duplicidade e/ou re-trabalho) e de antecipar o que fazer sempre que imprevistos acontecem..

Pelo grupo e para o grupo.

Comentários

  1. Perfeito! Deve ser incrível trabalhar com alguém como você. Pois essa é exatamente a visão que eu tenho de trabalho em equipe.

    ResponderExcluir

Postar um comentário