Agora é que é hora de investir em software

"Investimentos em tecnologia geram maior valor para os resultados dos clientes - ao criarem novas eficiências e receitas crescentes - do que qualquer poupança ganha dos tradicionais cortes de custos de tecnologia".

Esta sentença aparece no artigo "Managing IT in a downturn: beyond cost cutting", do The McKinsey Quarterly. No artigo, os autores James Kaplan, Roger Roberts e Johnson Sikes apontam o que já sabemos:

1. a tecnologia está hoje tão integrada aos processos e rotinas empresariais que praticamente se confunde com o próprio negócio;

2. em tempos de crise, a tecnologia se torna ainda mais essencial pelo muito a ser automatizado, digitalizado, virtualizado, processado, integrado e/ou auditado com o objetivo final de reduzir custos e/ou aumentar receitas dos nossos clientes reais e potenciais.

Fonte: "Managing IT in a downturn: beyond cost cutting"

Em consonância, entendo que o valor de um software não é o seu respectivo custo direto, mas sim o resultado que se pode atingir com o seu uso - incluindo aí os custos indiretos e de oportunidade associados a uma equivocada ou postergada decisão de compra. Esse resultado, se acompanhado e mensurado, tem chance de ser superior ao valor do investimento feito, historicamente falando..

Falando em história, no início dos anos 2.000, logo pós-estouro da bolha da Internet, a Business Objects fez uma campanha de outdoors na Highway 101, que corta o Vale do Silício, perto do headquarters da Oracle, onde a chamada era algo como "em tempos de crise, aí é que você precisa conhecer o seu negócio". Se assim é, o momento atual de crise pode representar uma real oportunidade para as empresas de software, certo? Caberá a nós saber mostrar (e provar) "o valor" da nossa oferta...

Comentários

  1. Olá,

    Gostei muito do comentário. É muito bom ver um comentário positivo (e ao mesmo tempo lógico) no meio de tantas incertezas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde!
    Na verdade não gostaria de fazer um comentário sobre o artigo, mas sim pedir uma ajuda que se for possível, será de grande valia.
    Ocorre que estou trabalhando em uma empresa que desenvolve software, sou da área de RH, porém fui colocada na área comercial da empresa, e não consigo desenvolver um bom trabalho, pois não tenho nenhuma experiência com vendas, quanto mais com vendas de software. Na verdade não sei nem como encontrar empresas com perfil necessário para venda do software. Será que você pode me dar algumas dicas... ?
    Desde já agradeço a atenção.
    Cristina Marques

    ResponderExcluir
  3. Cristina, você precisa ser capacitada em venda de software. Dê uma navegada boa neste blog e no site da Engenharia de Vendas ( www.engenhariadevendas.com.br ), leia o meu livro "Vendendo Software", e veja se é possível participar de um dos nossos cursos da Engenharia de Vendas quando estivermos numa cidade perto de você, ok?

    ResponderExcluir
  4. Vejam em http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=52857&utm_source=newsletter_20081112&utm_medium=email&utm_content=Orçamentos%20de%20TI%20podem%20até%20subir%20em%202009&utm_campaign=ITWebDirect uma matéria falando sobre a previsão de subida dos orçamentos de TI em 2009.

    ResponderExcluir
  5. E opiniões contrárias ("não existe verdade absoluta, as verdades são complementares", dizem os indianos...) em http://idgnow.uol.com.br/mercado/2008/11/10/como-sera-o-proximo-ano-para-as-empresas-de-tecnologia/ e http://www.b2bmagazine.com.br/web/interna.asp?id_canais=4&id_subcanais=10&id_noticia=23355&colunista=1 .

    ResponderExcluir
  6. E em http://www.valoronline.com.br/ValorImpresso/MateriaImpresso.aspx?tit=Apesar%20da%20crise,%20empresas%20investem%20em%20tecnologia&dtmateria=24/11/2008&codmateria=5280247&codcategoria=89&p=41&t=12px , um cenário publicado pelo Valor Econômico que mostra que, com crise ou sem crise, os investimentos em TI vão continuar, sim..

    ResponderExcluir

Postar um comentário