Somos uma república de software

"Nós somos repúblicas de software, de aviões a jato.." Ao ouvir o chanceler Celso Amorim falar ao Jornal Nacional durante a Cúpula das Américas 2009 que as repúblicas da América Latina tinham superado o estigma de "repúblicas das bananas" e evoluído para alta tecnologia - e a referência era clara à realidade do Brasil, maior expoente do continente -, pensei no tanto que vivemos e trabalhamos há mais de 20 anos para criar e formar a indústria de software no Brasil.

Lembrei dos tantos que sonharam, se endividaram, acreditaram, se frustraram, passaram.. e também dos tantos que sobreviveram, geraram descendentes e se multiplicaram no caminho...

Lembrei das incertezas, dos descaminhos, dos erros, dos aprendizados pela tentativa e erro, das lutas, das dificuldades, dos custos, das noites em claro.. e pensei no quanto é mais fácil trabalhar "hoje" numa indústria que passa a ser reconhecida interna e globalmente pela competência e seriedade do "nosso" trabalho.

Sem o trabalho e visão de futuro de tantos a partir de lá atrás, não seríamos hoje uma república de software - e sei que isso é só o começo do reconhecimento pelo que fazemos/faremos pelo nosso país..

Comentários