O valor da palavra

Toda vez que encontro quem vai e volta na palavra, penso na insegurança que ele gera a partir da primeira volta (só basta uma repetição para o padrão ser detectado), na insegurança consciente ou inconsciente que ele sente e replica, e na insegurança que ele tornou padrão e nela se encontra encapsulado.

Palavra é o maior bem que temos. É o que nos dá credibilidade, se for segura e comprovada. É o que nos derruba lentamente, se for fraca e dúbia. O que é dito pode mudar? Claro, principalmente com o tempo e novos aprendizados.. Mas, para nosso bem, a clareza da palavra não pode ser comprometida com a dubiedade e a impetuosidade...

Comentários