A importância do contrato psicológico

"A quebra do contrato psicológico é o que faz as empresas perderem talentos."

A afirmação é de Deli Matsuo, Diretor de RH da Google para a América Latina, e mostra o quanto nossas expectativas em relação à empresa que trabalhamos, ao trabalho que desempenhamos, aos chefes a quem nos reportamos, às pessoas com quem convivemos e produzimos e aos recursos que dispomos para essa produção têem relação direta com as decisões que tomamos. Se a realidade não corresponde às expectativas e há a quebra do contrato psicológico, cresce a chance da quebra do contrato real de pessoal.

Manter o equilíbrio entre expectativa e realidade é também uma forma de proteção da credibilidade da empresa.

Comentários