"A fortuna normalmente nos conduz à imprudência"

"A fortuna normalmente nos conduz à imprudência". A frase é de Cláuda Vassalo, publicada na Carta ao Leitor da revista Exame desta quinzena, em comentário aos problemas econômicos recentes dos PIIGS (Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha (o S na sigla é de Spain, Espanha em inglês).

Mas esta é uma frase que pode ser considerada universal. Ricos são normalmente conduzidos à imprudência. Os muito bem-sucedidos também, e é aí que entram as nossas empresas. Se somos líderes de mercado, se os clientes vêem até nós antes de nós a eles, se a venda é hoje muito mais fácil do que já foi no passado, será que estamos sendo conduzidos à imprudência?

Vamos fazer um teste? Quando foi a úlltima vez que você...
- quebrou uma promessa feita ao seu cliente? 
- adiou uma entrega?
- fez uma apresentação longe do seu melhor?
- conduziu uma reunião improdutiva?
- foi negativo com quem lhe rodeia?
- reclamou e não mudou o que precisa ser melhorado?
- omitiu algo?
- foi impreciso?
- não evoluiu?
- passou a subestimar os outros?
- começou a se sentir perseguido?

Não se lembra ou nunca fez ou se sentiu assim? Ótimo! Se fez ou se sentiu assim ontem, na semana passada ou no mês que terminou, abra o olho! Imprudências acabam com as riquezas que conseguimos acumular quando ainda não éramos imprudentes - e isso vale para qualquer empresa, de qualquer porte ou região...

Comentários