Nossa hegemonia

"Hegemonia", diz nosso amigo Péricles Ypiranga. "Nosso diferencial está na hegemonia."

Hegemonia significa supremacia, domínio. É a qualidade de quem vence sucessivamente, no tempo e na história. É a qualidade que mais imprime receio e respeito a quem com ela compete.

Talvez a hegemonia seja o 12o. jogador da seleção brasileira quando ela entra em campo. A camisa amarela da seleção brasileira impõe respeito pelo repetido e contínuo sucesso que tem tido na história dos campeonatos mundiais. A camisa amarela tira o sossego e aumenta a ansiedade das outras seleções. Somos campeões natos e eles sabem disso..

O que é interessante ver é que, apesar de também sabermos disso, aprendemos muito desde 1998, quando tínhamos certeza que ganharíamos da França na final e perdemos. Com aquela derrota, perdemos a prepotência de vez e ganhamos a humildade de saber que uma Copa do Mundo (ou qualquer outra disputa) se ganha jogo a jogo, disputa a disputa. Com aquela derrota (tão inesperada quanto a de 1950 frente ao Uruguai, que marcou tanto os nossos pais e avós), aprendemos que favoritos perdem se se descuidarem na técnica, no preparo e no psicológico. O quase ganho não conta, não vale. Vale só a vitória. Exatamente como nós, em nossas atividades comerciais..

Um 3 x 0 como o de hoje contra o Chile é um privilégio de grandes times - e uma tranquilidade para a nossa torcida que assiste ao jogo.. Torcer por uma seleção como a nossa, ser brasileiro, é uma "grande" alegria. Pela nossa hegemonia presente no futebol...e já pensando nas tantas hegemonias futuras e potenciais "a mais" que podemos ter se quisermos e lutarmos para torná-las reais...

Comentários