Ouvir, ouvir, ouvir

Qual é a maior qualidade em um jornalista quando ele quer/precisa criar confiança nos entrevistados?

Segundo Bob Woodward, em entrevista recente,"a chave está em ver as fontes com seriedade, como eles se vêm, e mostrar um interesse genuíno por eles, o que eles dizem, escrevem, os cargos que já tiveram. Há 3 outros fatores-chave: ouvir, ouvir, ouvir."

Com esta definição, ele poderia estar falando de nós, vendedores de software! Já que a venda de software tem um forte componente de confiança (sim, vamos entregar o software como prometido!), também nós, para vendermos, precisamos "ver "os clientes" com seriedade, como eles se vêm, e mostrar um interesse genuíno por eles, o que eles dizem, escrevem, os cargos que já tiveram". E também precisamos "ouvir, ouvir, ouvir", muito mais do que falar, falar, falar.. Até para saber "o que", "para quem", "para que", "como" e "em que momento" falar....

Se a venda é uma engenharia construída com base em argumentações (e métricas), quanto mais ouvirmos os clientes potenciais e reais, mais teremos condições de entender "o que" eles desejam e/ou precisam para argumentar, focar e atendê-los "no que eles priorizam". Fazendo assim, a confiança e a satisfação de cada cliente é aumentada.. e a venda é acelerada...

Comentários