Maior verticalização = menor customização (sim, o cliente quer isso)

Seu software se adapta ao cliente ou seu cliente se adapta ao seu software? Este é uma situação que encontramos diariamente. Pequenas solicitações de customizações feitas pelos nossos clientes que querem "para ontem" o que o nosso software não tem hoje. Só que o "para ontem" tem reflexos diretos no nosso hoje e no nosso amanhã. Quanto mais customizações são necessárias, maior é o nosso custo em implementá-las hoje e maior será o nosso custo em mantê-las e atualizá-las em novas versões. Para os clientes, entretanto, esse nosso custo adicional é comumente visto como uma contribuição deles para a melhoria do software, e, como tal, regateiam em pagar para terem a customização desenvolvida "hoje".

Isso, esta questão contextual, sabemos todos.. O que podemos não estar percebendo é que a verticalização é uma aliada nossa para reduzir esses efeitos de custos e problemas potenciais no relacionamento com os clientes. Em "Customize Your ERP or Adapt To It? What's Your Strategy?", artigo da CIO, o foco é exatamente este: como aplicações verticalizadas são construídas para atender a setores específicos e se utilizam de configurações particulares que não exigem adição ou re-trabalho em seus códigos para atender às necessidades específicas dos setores, elas são consideradas mais atrativas pelos próprios clientes. Por que? Porque, do ponto de vista do cliente, isso significa menos custo (sem custo de customização), menos tempo de implantação (sem tempo para customizações) e menos problemas potenciais no lançamento de novas versões (que, no caso de soluções customizadas, herdam as customizações feitas, com efeitos em tempos e custos).

Como engenheiros de venda, nossa premissa é "olhar através dos olhos dos clientes". Olhando através dos olhos dos clientes, esta é mais uma vantagem competitiva dos sistemas verticalizados, e, se a temos, mais rápida poderá ser a aceitação da nossa oferta e a nossa venda...

Comentários