Você está nos 90%? Ou nos 10%?

"Cerca de 90% dos empresários do mundo estão trabalhando na solução de 10% dos problemas do mundo", diz Dror Berman, da Innovation Endeavors, uma empresa de investimento que não financia "ideias", mas sim "empreendedores" (as ideias mudam, mas a paixão e a tenacidade das pessoas não).

O foco nas pessoas (falamos sobre elas anteontem) e nos problemas não resolvidos faz diferença. A tenacidade está nas pessoas que têm ideias, não nas ideias em si, e fazer o que já existe tem menos valor do que solucionar o até então insolucionável. Sim, trazer nova luz ao que não estava nem sendo visto como possível tem alto valor..

Como fazer isso? Prestando muita atenção às oportunidades geográficas, demográficas, econômicas, tecnológicas e políticas. Este é o primeiro passo para se capacitar a estar entre os que trabalham para resolver 90% dos problemas do mundo (os 10% dos empresários de hoje).

Ter uma porta de acesso para clientes que também têm o objetivo de oferecer este hoje insolucionável para os seus respectivos clientes é o segundo passo. Conquistando clientes de referência (conhecidos, formadores de opinião entre os seus próprios concorrentes), chegamos ao ponto de inflexão da curva do bastão de hóquei (típica da indústria de software) onde as vendas passam a acontecer num ritmo muito mais acelerado do que antes.

Antecipar e não perder o tempo nem as oportunidades que surgem a partir dos problemas: este é o mote de quem quer trabalhar para resolver 90% dos problemas do mundo... Eu quero. E você?

Comentários

  1. Também quero...
    Curiosamente é o que tenho feito só não sabia que havia todo esse apecto global sobre esse assunto.
    :-)
    Você é autora de livros?
    Tô pensando em escrever também...

    ResponderExcluir

Postar um comentário