A timidez é um problema? Concentre-se no que o outro precisa e você pode ajudar.

Ela é tímida e diz que não sabe falar em público. Para uma banca de avaliadores então, nem consegue pensar. Eu a conheço e sei o quanto ela sabe e pode vir a mostrar. De propósito, faço uma provocação: digo que o tímido é antes de tudo um egoísta. Ela abre os olhos espantada, incrédula do que ouviu! E era exatamente esta a reação que nela eu queria ver...

- Pense que o tímido se sente acanhado e receoso perante os outros porque pensa demais em si.

- Sim, responde ela.

- Quem pensa demais em si é voltado para dentro, prioriza o que sente, age como um egoísta sem perceber, vê? Agora quero que você esqueça de si própria por um minuto e concentre-se no tanto que você sabe e pode ajudar com o seu conhecimento, produto e serviço. Concentre-se no seu público-alvo. Pense nos problemas e desafios que cada pessoa e empresa tem, no tanto que perdem e precisam de ajuda em relação ao que você faz.

- Sim, responde ela.

- Agora me diga: por que você? por que agora?

Ela responde, mas as respostas podem melhorar (muito!) e peço para que ela as responda novamente, focando completamente no cliente, usando os princípios da Engenharia de Vendas. Ela responde 1 vez, 2, 3, 4, 5.... E repito as mesmas perguntas várias vezes, e ela vai respondendo, e vou orientando, exigindo mais e mais... Até o momento em que ela se esquece de si e olha e fala como o cliente!

- É isso!

Ela ri (feliz!), eu também, o sócio dela também... E o olhar dela já está diferente... Evolução clara, ali!

E uma atividade de alguns minutos, com 100% de foco, presença e atenção, e orientação, traz uma revelação: é possível  fazer, ser, falar, trabalhar, apresentar e vender de uma forma melhor quando o acanhamento do tímido dá a vez à confiança interna de quem sabe bem como ajudar. Com a voz suave de sempre... 

Comentários