Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

Desafie o que você sabe

O que é mais criativo, inovador, transformador: aprender ou pensar?

Jacob Barnett acha que para criar é preciso esquecer o que você sabe (viu?). Mas será que isso é realmente possível?

Será que é possível esquecer o que você aprendeu? Mais ainda, será que o aprendido não é exatamente o ponto de partida para o criativo e inovador que está vindo? Será que não é mais realista desafiar o que se sabe, partindo do ponto em que se está?

Aí sim, podemos pensar com o pensar que cria - ou criar com o pensar que aprende o novo, o não pensado.

Observe, analise, sintetize, crie. Desafie o que você já sabe.

Criando significados...

Não é passado, é causa.
Não é futuro... é consequência!
Não é tentativa, é aprendizado.
Não é momento, é movimento.
Desejo? Propósito!
Não é sucesso, é abundância.
Não é esforço. É resultado!
Não sou eu. Somos nós...

Significados não são procurados, buscados, achados... Significados se autocriam...

5 perguntas que mapeiam qualquer problema

Inconscientes professores que somos (ou queremos ser), somos impelidos a opinar, falar, insistir com o outro sobre o que achamos que ele deva fazer. O chefe insiste com o subordinado, o vendedor insiste com o cliente, o companheiro insiste com a companheira, o especialista insiste com o paciente, a mãe insiste com o filho. Quanto mais se insiste, menos o outro ouve a insistência, num movimento onde as partes parecem que se instalam em trincheiras, procurando um equilíbrio natural numa suposta e aparente "paz"... Nada mais longe... Se você me diz o que fazer e não me ouve, por que devo ouvi-lo? A mensagem enviada não é recebida. Pior, a mensagem enviada é truncada e recebida diferentemente da que foi enviada. Pobre comunicação...

Dê três passos para trás e se observe. Isso está acontecendo com você? Em qual lado você mais está? No lado do perguntador ou no lado do respondedor? Como você se sente? O que tem vontade de fazer? Ouve o que o outro responde a você? Responde às per…

Todo tempo é agora!

Imagem
"Sou o meu próprio campo de aprendizado!"

As frases saem entusiasmadas pelo celular e cortam meio mundo até chegar no receptor. Minha filha e eu estamos falando sobre a beleza que é aprender todos os dias e no quanto o aprendizado atentamente observado é fundamental no autoconhecimento e para a vida pessoal e profissional!

"Todo tempo deve ser agora" diz um papel que apareceu do nada na minha frente.

Todo aprendizado deve ser agora. Toda realização deve ser agora. Todo avanço deve ser agora. Toda compreensão deve ser agora. Todo entendimento deve ser agora. Toda ação - ou não ação - deve ser agora. "Deve ser" ou "pode ser" ou "é", não importa. Todo tempo é agora!

Tempo, que tempo, quando algo Maior se sente?

Imagem
Já perdeu a noção do tempo trabalhando?

Já viu a noite chegar e o dia raiar sem notar as horas que passavam por você? 

Já tomou um susto ao olhar o relógio ao mesmo tempo em que sorria, feliz, por ter estado tão entregue ao que fazia?

Tempo, que tempo, quando algo Maior se sente?

Bem-aventurados os que idealizam, os que trabalham, os que constroem. Bem-aventurados os que se entregam - e se vêem entregues - à Inteligência...

Estamos indo ao desconhecido

O pequeno texto a seguir é transcrição de 2 momentos de J. Krishnamurti entre os anos 50 e 60. O teor é profundo. É confuso se lido superficialmente, mas claro na sua profundeza. Tudo o que é dito aqui é aplicável para todas as situações de desacordo que possamos estar neste momento vivendo... "A mente é o conhecido - o conhecido sendo aquilo que tem sido experimentado. Se vejo com clareza que minha mente não pode ver o desconhecido, há absoluta quietude. Mas se sinto que posso capturar o desconhecido com as capacidades do conhecido, faço muito barulho: converso, rejeito, escolho, tento achar um caminho.  Por outro lado, se a mente entende sua absoluta incapacidade de conhecer o desconhecido, se ela percebe que não pode dar um simples passo em direção ao desconhecido, a mente fica completamente silenciosa. Não entra em desespero, não está mais procurando nada.  Somente quando a mente está vazia, quieta, livre das suas próprias criações, temos a possibilidade de achar algo que é …

É fácil lidar com o seu grupo? você incluído?

Características pessoais fazem enorme diferença nos relacionamentos pessoais e profissionais. Todos queremos nos relacionar com pessoas confiáveis, competentes, consistentes e positivas. Cada qualidade desta, no entanto, embute uma série de outras qualidades que, lembradas, ampliam nossa consciência e, por outro lado, nos colocam à prova. Bom isso!

O que é ser confiável? Ser confiável é cumprir missões e promessas, ser pontual e preciso, falar a verdade e ser um bom exemplo.

O que é ser competente? Ser competente é saber como cumprir missões e promessas, como ser pontual e preciso, como falar a verdade e como ser um bom exemplo.

O que é ser consistente? Ser consistente é saber como sempre cumprir missões e promessas, como sempre ser pontual e preciso, como sempre falar a verdade e como sempre ser um bom exemplo.

Vê a relação entre estas 3 grandes qualidades?
confiabilidade é a qualidade-basecompetência é como se mostra a qualidade-baseconsistência é como sempre se mostra a qualidade-…

Siga a certeza que o toma

Imagem
Explicar a certeza que o toma sem aviso?

Entender o porquê de fazer o que você sente que "deve" ser feito?

Ver-se fazendo o que é para ser feito apesar de toda e qualquer dificuldade no caminho?

Ver, construir e povoar um futuro a partir de um aparente vazio presente?

Acreditar no protagonismo que você tem na sua própria vida?

Bem-vindo a um mundo muito maior do que aquele que, insistem os outros, é o real... Quem faz o seu mundo é você. Quem pode chegar muito além é você. Expanda-se, energize-se, cumpra com fé, foco e excelência a sua missão...

Qual é a sua busca? Liberdade?

Imagem
Se eu perguntasse a você agora "qual é a sua grande busca? qual é a sua grande paixão, além das pessoas que você ama?", o que você responderia?
E se você me fizesse a mesma pergunta? 
O que eu responderia? Liberdade! E tantos significados esta palavra tem, não é mesmo? A liberdade que tenho paixão por e busco na vida é a: liberdade de ter espaço para decidir, para viver e para trabalhar no que faço bem;liberdade de ceder espaço para que quem me cerca decida, viva e trabalhe no que faz bem;liberdade de colocar o dever antes do direito;liberdade de ter e me dedicar com entrega a mais de 1 missão de vida;liberdade de entender que o que o outro acha de mim é muito mais uma questão de percepção e momento do outro;liberdade de não depender do humor do outro para que eu esteja bem comigo e com o outro;liberdade de sentir que este espaço que existe entre você e eu - e o que podemos construir juntos - é muito mais importante do que você ou eu;liberdade de falar quando a fala acolhe e…

Muito do que alguém fala é algo que ele mesmo precisa ouvir

Imagem
Muito do que alguém fala é algo que ele mesmo precisa ouvir. E quanto mais impaciente e desconexo for este falar, maior a necessidade de ouvir desapegadamente, sentindo que aquela mensagem não é endereçada a você - ou a mim.

Suporte com paciência o momento do outro. Observe. Aprenda com esta observação, sem julgar. Difícil será, mas você conseguirá.

Em momentos assim, não tente entender o que está acontecendo ("faça, ou não faça, não existe tentar", lembra?). Simplesmente confie que tudo o que acontece é puro aprendizado, confie no movimento perfeito e impermanente dos momentos que se seguem. Siga com sua vida, sua missão. Em momentos de desentendimento, confiar e seguir são pilares para o entendimento que certamente virá.

Seu cliente está preocupado com a diminuição dos custos presentes ou futuros?

Seu cliente está preocupado com a diminuição dos custos presentes que ele tem ou dos custos futuros que ele terá?

Num momento como o atual, em que o orçamento base zero se torna um diferencial competitivo, o foco deve estar na diminuição dos seus custos presentes, sim?

Sim... e não... Investimento em software se faz com vistas à redução de custos reais e de oportunidade presentes "e" futuros.

Tecnologia - incluindo aí software e tudo o que possibilita "fazer mais com menos" - é uma das 2 únicas formas de progresso que o mundo tem hoje (leu "Zero to One", de Peter Thiel?).

Voltando para você, a pergunta essencial é então a seguinte: seu software efetivamente ajuda o cliente a minorar uma ineficiência prioritária e existente que ele tem?

Se sim, o não tratamento desta ineficiência já é um gasto silencioso, um câncer financeiro que pode, dependendo do tamanho do problema-ineficiência, destruir os ganhos financeiros do cliente!

Será que ele já se apercebeu d…

Os 3 tipos de pensamentos que competem entre si

Existem três tipos de pensamentos que competem entre si. Os pensamentos criativos, os pensamentos avaliativos e os pensamentos comparativos-compulsivos.

Os pensamentos criativos nos são muito úteis. São eles que nos acordam no meio da madrugada com uma solução para uma questão, são eles que se desenham na nossa mente por conta própria, são eles que nos dão o sentimento de "achar" o que até então era desconhecido.

Os pensamentos avaliativos nos são úteis em várias situações de escolha, onde comparações são necessárias.

Mas pensamentos avaliativos podem, em algum momento, se tornar um terceiro tipo de pensamentos: os pensamentos comparativos-compulsivos, repetitivos. Aí reside um grande problema. Tomando a maior parte do nosso tempo, estes pensamentos comparativos-compulsivos nos dominam e nos colocam numa roda-viva consciente e/ou inconsciente de "gosto versus não gosto", "melhor versus pior", "maior versus menor", "eu/nós versus os outros&…