Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2018

Indicadores, KPIs e métricas: quando e para quem usar

Imagem
Indicadores, KPIs ( key performance indicators ) e métricas significam a mesma coisa ou há alguma diferença entre eles? Dê um Google e verá muitas respostas. Mas, afinal, qual é a diferença real entre indicador, KPI e métrica? Os 3 termos estão relacionados a medidas. Um indicador é uma medida, um número obtido a partir de um levantamento. Um KPI é um sinal vital de um projeto ou empreendimento em formato de indicador-chave ou métrica prioritária . Uma métrica é um cálculo entre duas ou mais medidas , entre dois ou mais números obtidos a partir de levantamentos que permitem o estabelecimento de comparações . Para mostrar a investidores que estamos crescendo , que há efetiva tração no que fazemos, é indicado o levantamento e o acompanhamento sistemático de métricas - expressas em percentuais ou múltiplos que mostram variação de crescimento - e KPIs como: Mercado: TAM ( total addressable/available market indica o mercado total), SAM ( serviceable available market indica

Inovação e tecnologia é a melhor forma de reduzir desigualdades e mudar a vida de um país

Imagem
Copo meio vazio ou copo meio cheio, eis a questão. A todo momento, você, ele, ela e eu escolhemos como agir ou reagir. Quem se magoa e repetidamente reclama do que vê está claramente esgotado. Inapto para agir/reagir, o magoado se autosabota e se esquece da sempre presente alternativa de virar um autopropulsor. O pragmático inspirado, ao contrário, contagia quem está ao lado com entusiasmo e autodeterminação. Colhemos o que plantamos nessas escolhas... Self-fulfilling prophecies (profecias autorrealizáveis), dizem os ianques. Índole? Confiança? Momento? Propósito? Preparo? Foco nos resultados? Cada um pode pensar como melhor fazer para si e para os diversos grupos que participa, inclusive a sua pátria. Uns podem distribuir alimentos para o bem de comunidades, outros podem trabalhar em projetos de inovação e com startups para encontrar soluções que ajudem a nação a ordenadamente progredir. Hoje não tenho dúvida de um ponto: inovação e tecnologia é a melhor forma de reduzir desig

É na intenção de reduzir o ceticismo que o foco da relação deve estar

Imagem
Um dos grandes obstáculos numa relação, abordagem, diagnóstico, proposta ou negociação é o ceticismo entre as partes . O que é prioritário para cada um? O que realmente cada um quer? Tudo deve partir daí... Por não saber, com certeza, o que é prioritário para o outro, a reação que ele terá a uma ação sua, dele ou minha pode ser uma completa interrogação. E isso pode ainda se agravar, já que, curiosamente, "quando estamos em um conflito agimos em oposição a nossos próprios interesses" diz William Ury. "A primeira coisa é, [então], decidir o que é mais conveniente [para cada um]." Não tão fácil. O que seria "mais conveniente"? Foi Thomas Sowell quem disse que "quando você quer ajudar 'às pessoas, você fala a verdade para elas; quando você quer 'se' ajudar, você diz a elas o que elas querem ouvir". Temos então 2 variáveis a observar na relação: 1- o ceticismo 2- a intenção A intenção (querer ajudar ou não), vimos, precede a aç